quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Nota mental #5765685:

Em vez de meter no Currículo a foto da minha pessoa, vou passar a meter esta, que representa os contributos que habitualmente levo para o local de trabalho, juntamente com a participação de mamãe... Está garantido!


quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

Posta "Não tenho mais nada que fazer, até podia meter o sono em dia #87458748567":

Ora, chérris do mê coração, apresento-vos o cesto dos projectos para "ir fazendo um dia destes, eventualmente, até ter 80 anos, se calhar até não, é uma vergonha": aqui vou enfiando os projectos manuais com que gostaria de me entreter nos próximos meses, acaba por ser um dos pontos daquela lista de "coisas que quero fazer este ano", na qual, por exemplo, "aprender a costurar como deve de ser e fazer qualquer coisa de utilidade" já vem desde há vários anos...


Ora atentem: acabar uma gola toda catita, à qual só falta meter o botão, que me deu uma trabalheira encontrar, é preciso juntar as sete bolas de cristal, correr os sete reinos das maravilhas do mundo com uma cabrita hiperactiva às costas e sacrificar uma virgem, mas não daquelas dos talibãs, que são as tias encalhadas com 75 anos, é mesmo preciso ser uma coisa fresquinha, mas também não muito jeitosa, senão não se arranja virgem nenhuma com mais de 15 anos, cof cof, ah, e nem pensem que encontram botões para isto em Santa Cruz, mais vale mandar vir da net.

Ah, antes de terminar o Inverno. Um Inverno, enfim...


Continuar a fazer polvinhos. Isto é fácil, vai-se fazendo, quando juntar uns quantos, manda-se para as enfermeiras que organizam a entrega aos bebés dos hospitais.

Aqui, quem quiser espreitar:

https://www.facebook.com/groups/polvodeamor/


Vá, um dia, avançar para outros amigurumis coloridos.


Cof, cof... Costurar etc, etc.


A ideia é fazer coisas giras para a casinha da filhota, que já começa a achar graça a estas coisas.


Ideias janotas aqui:

https://www.maileg.eu/


E depois dei com esta marabilha!

Tenho ali umas violetas em crochet que fui fazendo numas férias enquanto dava conta de umas quantas séries de Downton Abbey (não eram episódios, eram mesmo séries seguidas, foram férias quando vivia em Madrid, em Agosto o mundo pára para aquela gente, e tens quatro hipóteses: casa na serra, casa na praia, sair para as fornalhas de Mordor ou ficar em casa, a fazer crochet enquanto vês séries de Downton Abbey...), enfim, lá as fui guardando estes anos todos, a pensar que, UM DIA!!, havia de dar uso àquela m... cena toda, e voilá!, posso adaptá-las para um projecto destes, mas mais à pessoa inexperiente com o crochet!


Ó pra elas tão mandalas!
Tantas cores!!!


Ideias fantásticas daqui:

http://luciasfigtree.com/patterns/the-eastern-jewels-is-finally-live/






quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Cinnamon Rolls.

Cinnamon Rolls, de nome original Kanelbulle, é um bolo sueco, e que encontramos no Ikea, inteiro, claro. Foi inventado nos anos 20, após a Grande Guerra, para se poder fazer alguma coisa doce com os escassos recursos do pós-guerra. Tem um dia nacional, o 4 de Outubro!




Vamos precisar de:

Para a massa:

1 chávena de leite morno
1 colher sopa de fermento de padeiro
2 colheres sopa de açúcar
1 colher chá sal
3 colher sopa de manteiga amolecida
1 ovo
3 chávenas de farinha para bolos

Para o recheio:

1/2 chávena de manteiga derretida
1 chávena açúcar louro ou mascavado
2 colheres sopa canela em pó

Para o creme:

Cerca de 125 grs de queijo creme (meio pacote)
1/4 chávena de manteiga amolecida
1 chávena de açúcar em pó
1 ou 2 colheres sopa de leite






Como se faz:

Coloque no leite o sal e o fermento. Junte os ingredientes líquidos e vá adicionando a farinha. Amasse com as mãos, deve ter uma consistência mole, mas sem se pegar aos dedos, como massa de pão.
Tapa-se com uma toalha, depois com uma manta, e fica a repousar num local quente durante, pelo menos, uma hora. Deixei duas, que foi para ficar bem feito!



Ao fim deste tempo, coloque a massa numa mesa e estenda-a até ficar com a forma de um rectângulo. Espalhe a manteiga derretida pela superficie. Misture o açúcar e a canela e espalhe uniformemente por cima. Enrole como se fosse uma torta e use uma boa faca para cortar fatias idênticas. Coloque as fatias num tabuleiro forrado com papel vegetal, tape e leve a descansar durante meia hora ou 45 minutos.


Aquecer o forno a 200ºC e leve o tabuleiro com as fatias durante cerca de 15 minutos, ou menos que isso. Entretanto, prepare o creme, misturando bem todos os ingredientes até ter um aspecto cremoso, adicionando leite para regular a consistência. Coloque o creme assim que tirar as fatias do forno.


Pode servir-se imediatamente, é delicioso, e guarda-se durante 4 ou 5 dias, se chegarem até lá…


Ficaram menos redondas e perfeitinhas, mas deve ser questão de experimentar umas 1000 vezes até ter a fotografia certa... Olhem, estão "rústicos"!

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Planos malucos!

Então é assim, deu-me o amok e decidi-me a plantar flores no meio da horta, nos lados da horta, por todo o lado da horta!

Enfim, se isto resultar, há-de ser uma verdadeira horta da bruxinha, com florzitas patuscas no meio das favas e das malaguetas que andei a plantar (e faltam ali os baby bolbos).

A lógica disto: além de ficarmos com uma horta colorida (a sério, com acelgas amarelas não fica já meio colorida?), temos perfumes de primavera e convite expresso a borboletas e abelhas, que toda a gente sabe que se dão bem com estes pequenos, tranquilos e úteis jardins!

Planos malucos futuros, com o apoio das miniaturas cá de casa:

cataventos, pedras coloridas a enfeitar, um prato de vaso com água no apoio todo jeitoso para os passarecos e as abelhinhas cá virem fazer spa, e umas casinhas para os passarinhos terem uma estadia 5 estrelas!